Instagram

Entre agulhas e outros hobbies é aqui que me encontram ! @uma.pausa.para

19 de setembro de 2013

O Anel Mágico

Nesta página mostro-vo algumas formas de começar um trabalho circular em crochet sem necessidade de fazer correntes para formar o anel. À medida que fui fazendo novos projectos encontrava novas formas de fazer o mesmo efeito. O anel mágico é uma opção sobretudo quando se quer um centro bem fechado, se se pretender um centro com espaço aberto a opção das correntes é a melhor.
Anel Mágico - a minha opção favorita
Favorita porque não necessita de um nó adicional, pois depois de puxadas as laçadas o anel fica bem fechado e seguro e a ponta excedente pode ir sendo escondida à medida que se faz o trabalho.

fazer 2 voltas completas à volta do dedo e deixar uma meia volta como mostra a imagem

inserir a agulha por baixo da meia volta e na 2ª volta
puxar uma laçada da 3ª volta (a 1ª que se enrolou no dedo)

e puxar essa laçada por baixo das 2 primeiras

faszer as correntes necessárias para começar o trabalho

ir sempre trabalhando em torno do anel com o cuidado de não deixar nenhum ponto fora do sítio, aqui já se trabalha com o anel fora do dedo

 trabalhar como se pretende


imagem a
quando se chegar ao ponto de fechar o anel (imagem a):
- puxar ligeiramente a ponta do fio, no caso da imagem o anel inteiro moveu-se de cima para baixo (imagem b) por isso é esse anel que tenho de puxar junto ao último ponto baixo, isso fará o anel exterior apertar (imagem c). Depois é só puxar a ponta do fio e fechar o anel (imagem d), isto segurará firmemente o centro do trabalho. Fechar o círculo com um slip stitch (imagem e/f) e depois é ir escondendo a ponta de fio nos pontos e carreiras seguintes.
imagem b
imagem c
imagem d
imagem e
imagem f
Outra forma de fazer I
Mas que requer nó adicional e remate das pontas com agulha de costura


Esta é a forma como comecei a fazer inicialmente o anel mágico. O vídeo que publico é de certa forma uma tentativa de fazer um video por completo do quadrado que fiz para o poncho, entretanto mudei de ideias e fiz somente o esquema. Optei por não falar no video, penso que pelas imagens será de fácil compreensão. Esta forma de anel mágico não dispensa um nó adicional (ver imagem em anexo).




Uma outra forma de fazer II

Num livro que tenho em casa encontrei estas instruções para fazer o anel mágico, a qual prescinde de um nó adicional no fim mas não o do rematar a ponta para depois cortar o fio, esta forma será mais directa de se conseguir fazer. Usando a forma como fiz no vídeo acima também é possível fazer o mesmo efeito,  passando o fim do fio por dentro da argola (como mostra o passo 4 da foto abaixo).






6 comentários:

  1. O método das correntes comecei a fazer na colcha do G. e tive que fazer sempre, para ficar o trabalho todo igual, mas este fica mais bonito e é mais prático, usei em todos os outros trabalhos. Também já não voltei mais a fazer o primeiro..!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quando se pretend eum centro bem fechadinho dá um melhor acabamento sem dúvida, pena é ter de reforçar o nó, é sempre mais uma ponta para rematar.. Beijinho

      Eliminar
  2. Olá amiga boa tarde. Fantástico este anel mágico, não conhecia, acho que vou adoptar este sistema nos meus próximos trabalhos. Obrigada por partilhar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Teresa, é sem duvida uma boa forma de se fazer um centro bem fechadinho. Ainda bem que o video foi/será útil para ti ;o) Já vi o post da echarpe que estás a fazer, linda de verdade !! Quero fazer uma assim para mim, um dia... quando acabar o que tenho em mãos ;o)
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Muito bom!

    Sabes que faço sempre a corrente?! Ainda não me "ambientei" ao anel mágico...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando experimentares não vais querer outra coisa ;o)

      Eliminar