4 de junho de 2013

Passo a Passo - granny square ''Sol do meio-dia'' e bordo da colcha

Bem..., eu 'invejo' quem faz passo-a-passo destas coisas, é quase uma tarefa impossível e apesar de achar que o meu não ficou nada de jeito, acho que é uma forma de 'eternizar' um pouco este quadrado que adaptei de um de um livro que tenho em casa. Tentei escrever um esquema com simbolos e não foi fácil tive quase a desistir, porque existem algumas situações no esquema que não sabia como esquematizar e fazer em texto corrido acho que se tornaria uma tarefa hercúlea para perceber, ainda assim fiz o passo-a-passo em fotos e também em esquema, mas fiem-se mais nas fotos ;o)
Tenho este post começado há já algum tempo e só hoje dei por concluído, reunir tudo o que é fotos, editar e fazer esquemas para quem nunca soube perceber esquemas até bem à pouco tempo não é nada fácil. Fiz este post para quem estiver interessado em algo que tenha feito neste trabalho bem como para mim, se um dia me apetecer aproveitar ideias desta colcha para outro trabalho já sei que posso encontrar aqui o m eu auxiliar de memória ;o)
AVISO: Post longuíssimooooo...... ;o)


o quadrado que fiz com alterações em relação às instruções do livro

O esquema: foi o melhor que consegui e não sei se tem algum erro.
Na 4ª carreira começei sempre antes do canto e os cantos apenas têm uma corrente. Na união dos quadrados fiz uma outra carreira no join-as-you-go e com 2 correntes nos cantos.
O ponto preto que aparece no esquema não é o ponto baixo mas o baixíssimo (conheço-o assim) usado para unir carreiras



Passo-a-Passo em Fotos

Quadrado «Sol do Meio-Dia»

1)  5 correntes

2) apanhar 1º ponto ..

3)...laçada...

4) círculo fechado

5) 4 correntes

6) início de ponto alto duplo com 2 laçadas iniciais...

7)...passar a agulha por dentro do círculo, apanhar uma laçada e fechar o 2 pontos seguintes

8) nova laçada (aqui não mostrei a mesma...) e apanhar os 2 pontos seguintes

9) restam 2 pontos e apanhar nova laçada (também não mostrei nesta foto)...

10) ...e os 2 últimos pontos num só

11) 1 corrente

12) repetir desde o passo 7, intercalando sempre entre cada ponto alto duplo 1 corrente. Serão necessários 12 pontos altos duplos

13) para fechar este círculo faço 2 correntes...

14) ... e depois com a unha aperto e fica um nó bem apertado
( no passo 35 irei mostrar como remato logo as pontas)

15) nova cor.

16) 1 corrente

17) 1 ponto baixo, passando agulha por dentro do círculo, apanhando laçada e fechando os 2 pontos seguintes

18) 1 corrente e repete o passo anterior

19) fazendo sempre uma corrente entre cada ponto alto duplo do círculo azul

20) terminar com 1 corrente...

21) passando por dentro do arco feito pela 1ª corrente do início desta carreira castanha

22) ficamos com 2 pontos na agulha. O 1º ponto na agulha (da esquerda) vai passar por dentro do segundo e...

23) fica num só ponto.


24) a seguir 3 correntes. ( o círculo fica franzido mas depois com a fase seguinte de 'bicos ' em ponto alto duplo e esse franzido desaparece)

25) 1 ponto alto duplo dentro  do primeiro arco de onde fizeram as 3 correntes iniciais

26) fazer mais 2 pontos altos duplos, quando tivermos 4 paus...

27) fecham-se os 4 pontos num só

28) 3 correntes 

29) repetir sucessão de 4 pontos altos duplos sem fechar cada um...

30) quando tivermos 4 paus em ponto alto duplo fecham-se os 4 num só, fazendo no total 12 conjuntos de 4 paus em ponto alto duplo

31) terminar com 3 correntes e apanhar o ponto central do 1º conjunto de 4 paus do inicio desta carreira em castanho

32) fazer 2 correntes

33) apertar bem os 2 pontos e fica um nó bem seguro

34) remates: passo o fio para a frente através de um buraquinho

35) passo o fio para trás e com a agulha trago-o novamente para a frente...

36) fio na frente do círculo

37) no ponto de corrente seguinte passo o fio para trás

38) a agulha aponta para o lugar aonde está o nó e a ponta do fio agora está uns pontos mais à frente. Com a carreira seguinte em cor crú irei 'entalar' a ponta de sobra do fio castanho e recorto a ponta a mais, assim garanto que as pontas não se soltam tão facilmente com o tempo.
39) 2 correntes

40) 4 pontos altos

41) mais 4 pontos altos ( sem nenhuma corrente a separar os grupos de pontos altos

42) 3 pontos altos duplos e 1 corrente e mais 3 pontos altos duplos (estes últimos 3 não fotografei)

43) 1 cantos já está feito, logo a seguir a estes 2 conjuntos de pontos altos farei um novo canto com pontos altos duplos

44) 2 cantos

45) a totalidade do quadrado com as 2 correntes para finalizar e apertar.

46) as 2 correntes apertadas

47) Seguindo o tipo de remate que apliquei no passo 34, a agulha de crochet está a apontar nesta imagem para o local onde foi feito o nó e a ponta rematada está até aonde a rematei.

Bordo da colcha

Carreira para uniformizar a união dos qudrados

Os quadrados foram unidos com o join-as-you-go mas nos bordos é sempre necessário acrescentar uma carreira depois dessas uniões para uniformizar a peça. Vi algumas formas e nenhumas delas me agradou, andei a experimentar uma outra forma que me veio à ideia mas acabei por optar por esta que vou mostrar e que já tinha mostrado anteriormente e com lã a contrastar, mas só neste post mostro como fiz. Acho-a mais uniforme porque aperta mais as uniões dos quadrados.

ponto alto apanhado no canto do quadrado direito

Fazer outro ponto alto: 1 laçada, enfiar a agulha no canto do quadrado à direita e sair com agulha pelo canto do quadrado á esquerda

1 laçada e fechar pelos 2 pontos seguintes

e com nova laçada (não fotografada) fechar os dois que se apresentam na agulha

ponto alto feito

1 ponto alto apanhado no canto do quadrado à esquerda

Bordo anterior e Bordo final

Pensei ter fotografado o passo-a-passo do bordo, fi-lo apenas para os cantos da colcha e não acho muito perceptível. Acabei por fazer um esquema, espero que seja de fácil compreensão

como ficou o bordo

Optei por fazer o bordo anterior ao bordo final com o ponto alto do meio a apanhar no ponto do meio do grupo de 3 pontos altos situados 2 carreiras abaixo. faz um efeito engraçado que, em conjunto com o bordo final até harmoniza bem. No bordo final também fiz o mesmo ponto do meio a apanhar no ponto alto do meio do grupo de 3 pontos altos  situados 2 carreiras abaixo para fechar um pouco o bordo e torna-lo menos 'esburacado'.
Vejam o esquema para perceber melhor:

 a 1ª carreira corresponde à união dos quadrados em join-as-you-go

No canto o esquema é igual.
No canto do bordo anterior ao final fazemos 2 conjuntos de 3 pontos altos, separados por 1corrente, sendo que o ponto alto do meio de cada conjunto apanhado 2 carreira abaixo.
No canto do bordo final o esquema dessa carreira repete-se.

2 comentários:

  1. Eu tb gosto de fazer os PAP para mim, para além de poder eventualmente ajudar outros. O que é certo é que já me têm valido os meus próprios PAP's para certas coisas. Parabéns por teres conseguido traduzir para esquema... isso para mim é chinês! lol

    ResponderEliminar
  2. Cheguei aqui através do blogue Jardim de Algodão Doce. Gostei muito deste tutorial! Fiquei com vontade de experimentar, pois está muito bem feito. Obrigada pela partilha! :)

    ResponderEliminar